Membros do Tribunal de Contas fazem visita técnica ao Parque Estadual Guajará-Mirim

O conselheiro Benedito Antônio Alves e o conselheiro-substituto Francisco Junior Ferreira da Silva, em atendimento ao eixo de desenvolvimento econômico-sustentável do Profaz, estiveram, no dia 17 deste mês, fazendo uma visita “in loco” ao Parque Estadual Guajará-Mirim, a fim de verificar as condições oferecidas pelo Estado aos servidores civis e militares responsáveis pela política de proteção e conservação do parque, como importante Unidade de Conservação estadual, objeto de auditoria coordenada no bioma da Amazônia realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e pelos oito tribunais de contas da Amazônia Legal.

Na visita técnica, os conselheiros puderam averiguar com os servidores as reais condições da área que abrange o parque, a estrutura administrativa, os equipamentos tecnológicos e logísticos disponíveis, com o objetivo de ampliar as condições de trabalho dos servidores estaduais, para evitar ações humanas predatórias, como derrubadas e queimadas.

Desse modo, busca-se, efetivamente, garantir a preservação do Parque Estadual Guajará-Mirim, importante unidade dentro dos sistemas nacional e estadual de unidades de conservação (SNUC e SEUC), garantidos legalmente e imprescindíveis não só para Rondônia, como também para o Brasil e o mundo, no tocante às condições climáticas do planeta.

Constatadas as condições, os conselheiros levarão oficialmente ao conhecimento de toda a Corte de Contas, para que sejam expedidas determinações às autoridades a desencadeadas ações públicas, dentro de sua competência, no que se refere à preservação do meio ambiente, para as presentes e futuras gerações. 

Fonte: ASCOM / TCE-RO

Deixe uma resposta