Presos na Bolívia homens que aterrorizaram família e roubaram picape

Marginais mantiveram grávida e criança como reféns.

FOLHADOSULONLINE

A polícia boliviana prendeu nesta sexta-feira, 21, na cidade de San Inacio, a quase 500 km de Santa Cruz de La Sierra, os bandidos que haviam aterrorizado uma família na Linha 90, em Chupinguaia (a reportagem anterior havia informado equivocadamente se tratar de Vilhena), e levado uma picape Hilux. Durante a ação na propriedade rural, os marginais chegaram a manter entre os reféns uma mulher grávida e uma criança. 

Horas após ser comunicada sobre o roubo, a PRF descobriu que o veículo havia passado pela cidade de Pontes e Lacerda (MT). A informação de que o carro já poderia estar no país vizinho foi repassada às autoridades bolivianas pela Polícia Judiciária Civil de Vila Bela da Santíssima Trindade (MT).

Com base nas informações recebidas, as autoridades da Bolívia passaram a monitorara região. Numa estrada vicinal, próximo a San Inacio, os policiais deram ordem de parada a uma picape com as características descritas pela equipe do Brasil. Os bandidos, no entanto, ignoraram a recomendação, tentaram fugir, mas foram capturados.

PRISÃO NA BOLÍVIA

A Polícia Boliviana tomou ciência dos fatos após serem informados pela Polícia Judiciária Civil (PC) de Vila Bela da Santíssima Trindade, e diante disto, passaram a monitorar as entradas do país que faz fronteira com o Brasil. A PC de Vila Bela tinha flagrado o veículo indo em direção à Bolívia.

Foram presos os criminosos Antônio Carlos Moraes, João Antonio Rodrigues, e Elierton de Souza. Todos eles eram foragidos da justiça por práticas de crimes como tráfico de drogas, contrabando e homicídio. Eles seriam moradores de Vilhena.

Agora, segundo a polícia da Bolívia, será feito contato com a Polícia Federal Brasileira (PF), que ficará encarregada da transferência dos brasileiros para penitenciárias do Brasil, mais especificamente, as da cidade de Vilhena, onde fica a delegacia responsável pelos crimes da cidade de Chupinguaia.