Home / Destaque / TRE começa instalar sistema em 5 mil urnas que serão utilizadas nas eleições em Rondônia

TRE começa instalar sistema em 5 mil urnas que serão utilizadas nas eleições em Rondônia

Cinco mil urnas serão usadas em Rondônia nas eleições deste ano, segundo informações do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RO). Com isso, o órgão já começou a preparação para serem inseridos nomes, números e fotos dos candidatos. A lacração irá ocorrer no final de setembro.

Antes de serem distribuídas para os municípios, as urnas eletrônicas que serão usadas nas seções de votação passam por diversas fases até completarem o ciclo de preparação para a votação.

A primeira etapa é a instalação de sistema operacional, programas, bibliotecas e dados eleitorais. Ainda nesta fase é feita a preparação do flash card, a memória de carga de cada urna eletrônica.

O último processo de preparação é a realização de vários testes para comprovar o correto funcionamento dos equipamentos. Segundo a diretora geral do TRE-RO, Lia Maria Araújo, o foco é sempre a segurança da máquina de votar, garantindo ao eleitor que, no momento em que seu voto é registrado na urna, haja a certeza que ele será computado de forma segura e confiável. O tribunal realiza cerimônias públicas para testar a confiabilidade das urnas.

“Nós temos agora palestras sobre segurança das urnas onde chamamos toda a população com a participação de técnicos do TSE e da TI (Tecnologia de Informação). Eles estão indo aos órgãos mostrando como é a urna e todas as funcionalidades, finalidade e os dispositivos que ela compõe. Em época de eleição, surgem várias notícias falsas falando da fragilidade as urnas, mas o TSE está atendo e identificando essas pessoas para que respondam por essas mentiras”, garante Lia Maria.

Dados dos candidatos
Na urna eletrônica o eleitor irá verificar que há o número e foto de todos os candidatos. No entanto, como alguns podem não conseguir o registro de candidatura, há um prazo limite estipulado pela Justiça Eleitoral para que haja substituição dos candidatos: 17 de setembro. Após essa data não será mais permitida nenhuma alteração.

A diretora geral do TRE-RO, Lia Maria Araújo, explica que primeiro é feito o julgamento dos registros de candidatura para depois ter os dados que vão para as urnas. “Após isso, a gente não pode lacrar as urnas antes porque se tiver uma mudança, que implique em mudar na urna eletrônica, nós teremos que refazer todas que foram preparadas”, explica.

Todas das urnas que serão utilizadas nas eleições deste ano já foram testadas pelo TRE e as que apresentaram problemas foram retiradas. “O TSE já nos enviou a quantidade que faltava para completar nosso quadro de urnas e estão todas prontas”, finaliza a diretora.

About Guajará-Mirim A Pérola do Mamoré

Comente no Facebook